Empreendedorismo na Melhor Idade

Empreendedorismo na Melhor Idade

Uma vida inteira de trabalho árduo, de atenção exclusiva aos compromissos com a família, de preocupação com o futuro dos filhos e netos, de anseio pela estabilidade financeira. Essas realidades representam muitos que estão lendo esse artigo!

Em tempo que a expectativa de vida média de um brasileiro aumenta (hoje calcula-se 74 a 78 anos), em paralelo aumenta o interesse dessas pessoas de encontrar um novo significado para sua vida.

Alguns têm usado seu tempo na vida de aposentando em leituras, a fazeres domésticos, cinema, teatro, museus, dança de salão, até mesmo no velho joguinho de dominó na pracinha da esquina (rsrsrs). Já outros sentem o profundo desejo de investir seu tempo e seu dinheiro em ‘empreender’.
Isso mesmo!!! Empreender!!! E acreditem, estima-se que mais de 650 mil idosos no Brasil estejam empreendendo!!!
 
O programa de pesquisa de abrangência mundial Global Entrepreneurship Monitor (GEM), realizou em 2016 uma avaliação anual do nível nacional da atividade empreendedora, o que nos trouxe uma representatividade percentual significativa como resultado, onde tivemos no Brasil uma taxa de 10,4% de empreendimentos inicias e 19,2% de empreendimentos estabelecidos por pessoas de faixa etária acima de 55 anos. (Fonte: http://ibqp.org.br/)

Por que esses idosos optaram por empreender, no momento em que poderia optar por descansar?
Os principais motivadores para eles são:
- Complementar a renda;
- Realizar algo que realmente gosta e que sempre sonhou;
- Se sentir útil à sociedade;
- Gerar emprego a pessoas próximas;
- Se manter atualizados com o mercado;
- Manter sua rede de relacionamento;
- Criar novas amizades.
 
A inclusão digital do público idoso também contribuiu muito para essa iniciativa e uma pesquisa aponta que ¾ dos idosos sabem utilizar o celular e ½ utilizam o computador (Fonte: https://inovacaosebraeminas.com.br/).

Conseguem imaginar quantas possibilidades de negócios são possíveis de realizar com essas duas ferramentas que hoje são fundamentais na vida do empreendedor?

A título de exemplo (para os que optam em permanecer no ofício):

‘Uma professora de português aposentada, poderia realizar uma prestação de serviço de apoio a redações de empresas que entregam publicações digitais, orientar quanto a concordâncias gramaticais nas publicações em redes sociais, entre outras coisas.’

Enquanto outros podem optar por fazer aquilo do realmente gosta:

‘O advogado que sempre amou a gastronomia, pode investir num restaurante; a secretária executiva que sempre curtiu viagens, podem dar dicas de lugares a se conhecer com baixo custo pelos canais digitais; o contador que curte esporte, pode investir em treinamento esportivo de crianças carentes, a executiva que gosta de moda, pode dar dicas de como se vestir em determinadas ocasiões, a professora frequentadora de bailes da melhor idade, que pode coordenar um serviço de massagens nos pés, para as damas que lá frequenta. ’

Já outros que querem complementar a renda:

‘A dona de casa que sabe cozinhar, pode fornecer quentinhas para empreiteiras de obras civis; o senhor que conhece de eletricidade, hidráulica e reparos, pode prestar serviços como o famoso “faz tudo”, a senhora que entende de corte e costura, pode fazer parceria com as lojas de roupas que existem próximo à sua casa.

Claro que os exemplos acima, foram apenas ilustrações de que a depender da habilidade, aptidão, poder de investimento, amor pelo que faz, conhecimento técnico, entre outros fatores, é possível empreender.

Os benefícios de se empreender na Melhor idade são pautados nos seguintes fatores:

- O idoso tem mais experiência e conhecimento;
- A rede de contatos do aposentado é maior;
- O empreendedor idoso não tem medo de arriscar;
- A maioria dos idosos são cautelosos;
- Poder realizar um sonho sempre será um motivador para o idoso.
 
No entanto, alguns pontos de atenção precisam ser ponderados, pois a partir do momento que vocês idosos assumem a posição de empreendedores, alguns novos compromissos surgirão, como: investimento, estudo constante sobre seu negócio, ter um plano de negócio, considerar a hipótese de sociedade, contar com menor tempo para seu descanso, entre outros compromissos da rotina.

Concluímos então que, como qualquer conquista que queiramos atingir com êxito, é preciso planejamento.
 
Interessante, mas como posso começar?
O que é um plano de negócio?
Como devo fazer meu planejamento?

Entre em contato conosco, clicando AQUI e agende uma reunião gratuita. Teremos muita satisfação em ajudá-los a esclarecer suas dúvidas!!!



  • 1
Exibindo 1 de 1